A Volkswagen revelou, em Wolfsburg, na Alemanha, o facelift de meia-vida do Golf MK7, que trouxe, além de mudanças visuais, novidades tecnológicas e motorização mais eficiente. A versão vem sendo chamada de “MK7.5”.

Volkswagen Golf 2017. Foto: Divulgação.

Volkswagen Golf 2017. Foto: Divulgação.

Volkswagen Golf 2017. Foto: Divulgação.

Volkswagen Golf 2017. Foto: Divulgação.

Visualmente, as modificações foram sutis, como já era de se esperar, e o Golf ganhou um conjunto de para-choques redesenhado – com entradas de ar frontais maiores, novas lanternas traseiras de LED e faróis do tipo “full-LED” (com LEDs nos fachos baixo e alto) que agora incorporam as luzes diurnas. Novas rodas de liga leve e mais opções de cores para a carroceria completam a lista de mudanças externas.

Volkswagen Golf 2017. Foto: Divulgação.

Volkswagen Golf 2017. Foto: Divulgação.

Internamente, as novidades ficam por conta da adição de novos sistemas de assistência, controle gestual e, é claro, de uma nova geração dos sistemas de infotainment mais “conectada”. Chamado de “Discover Pro”, o novo sistema multimídia possui tela de 9,2 polegadas e forma um conjunto totalmente harmônico com o painel de instrumentos digital “Active Info Display”, inédito para a linha Golf.

O Volkswagen Golf atualizado é um dos primeiros modelos compactos a disponibilizar funções de condução semiautônoma, como, por exemplo, a “Traffic Jam Assist” que auxilia nas situações de “anda e para” – em engarrafamentos, o movimento do carro é controlado sem a necessidade de ação por parte do condutor. Ainda, dentre os sistemas de segurança, o carro conta com o novo “Front Assist” com monitoração de pedestres e “Emergency Assist” que, em conjunto com o ACC (Controle Adaptativo de Distância e Velocidade), monitora as ações do motorista e freia o veículo com o objetivo de evitar colisões, além de ativar os sistemas de alerta quando há algo de errado com o condutor.

Sob o capô, a Volkswagen deu ao Golf “MK7.5” um novo motor 1.5 l TSI Evo, movido a gasolina, com 150 cv de potência e quatro cilindros com o sistema ACT (Controle de Cilindros Ativo) – que permite desativar dois dos cilindros para uma maior economia de combustível. Há também uma versão BlueMotion com 130 cv de potência. Ambos configurados para reduzir as emissões de CO2.

Uma nova DSG (transmissão de dupla embreagem) de 7 velocidades irá substituir gradualmente todas as atuais DSGs de 6 velocidades como uma caixa de alta eficiência para o Volkswagen Golf.

Tanto o facelift quanto as outras novidades se estendem às versões duas e quatro portas do Golf, ao Golf Variant, ao esportivo Golf GTI e ao híbrido Golf GTE. A comercialização do modelo, na Europa, deverá ter início em dezembro e, apesar das novas especificações, por lá, o preço base deve ser mantido.

Versões do Volkswagen Golf 2017. Foto: Divulgação.

Versões do Volkswagen Golf 2017. Foto: Divulgação.

Vídeos