A Chevrolet bem que tentou manter o mistério acerca de seu próximo lançamento, o Onix 2017. Ontem (19), a montadora chegou a divulgar, em seu site para a imprensa, a primeira foto oficial contendo, com detalhes, apenas o farol do carro. Porém, o site Notícias Automotivas saiu na frente e divulgou, com exclusividade, imagens de um flagra, feito pelo leitor Bruno Bacarat, do Onix 2017 sem disfarces.

Flagra do Chevrolet Onix 2017. Foto: Reprodução/Notícias Automotivas.

Flagra do Chevrolet Onix 2017. Foto: Reprodução/Notícias Automotivas.

Trata-se da inédita versão “aventureira” Activ, que fez sua estreia no lineup da companhia, durante o Salão do Automóvel de São Paulo de 2014, equipando a minivan Spin.

Flagra do Chevrolet Onix 2017. Foto: Reprodução/Notícias Automotivas.

Flagra do Chevrolet Onix 2017. Foto: Reprodução/Notícias Automotivas.

Pelas imagens, é possível perceber que o modelo chegará com algumas atualizações em seu design. Novos faróis e lanternas integram o rol de mudanças, com luzes de LED e novo layout. Exclusivos para a versão flagrada, vemos molduras em plástico preto contornando as caixas de rodas, saias laterais e rack de teto. Os parachoques também são exclusivos desta configuração, confirmada pelos emblemas na tampa do porta-malas e nas portas.

Flagra do Chevrolet Onix 2017. Foto: Reprodução/Notícias Automotivas.

Flagra do Chevrolet Onix 2017. Foto: Reprodução/Notícias Automotivas.

Internamente, espera-se que o veículo conte com o MyLink 2, central multimídia compatível com os sistemas Android Auto, da Google e CarPlay, da Apple, além do OnStar, sistema de telemática avançado que oferece ao motorista mais de 20 serviços de emergência, segurança, navegação, concierge e conectividade.

Flagra do Chevrolet Onix 2017. Foto: Reprodução/Notícias Automotivas.

Flagra do Chevrolet Onix 2017. Foto: Reprodução/Notícias Automotivas.

O Onix 2017 deverá chegar às concessionárias da Chevrolet em algumas semanas, e, ao que tudo indica, serão mantidas as motorizações disponíveis na linha atual, o 1.0 e 1.4 litros, ajustados para ficarem ainda mais econômicos. Por sua vez, a direção hidráulica deverá ser substituída por um sistema de assistência elétrica e os pneus agora serão “verdes”, de baixo atrito, tornando o carro ainda mais eficiente.