A montadora alemã, Volkswagen, anunciou que uma nova família de motores turbo de 1.5 l está sendo preparada para equipar os veículos da marca a partir de 2017. A informação foi divulgada em entrevista realizada com o CEO da marca, Herbert Diess, durante o Salão do Automóvel de Detroit. O executivo revelou que a companhia planeja estrear os novos motores no Volkswagen Golf de sétima geração, modelo este que deverá receber um facelift, antes da chegada da próxima geração, previsto para ocorrer ainda em 2016.

As sete gerações do Volkswagen Golf. Foto: Divulgação.

As sete gerações do Volkswagen Golf. Foto: Divulgação.

Serão dois motores 1.5 l, um TSI e outro TDI, o primeiro movido a gasolina e o segundo a sua versão a diesel. O 1.5 l TSI contará com tecnologia de desativação dos cilindros, que desativa os dois cilindros centrais em situações nas quais a demanda por força do motor for menor, injeção direta e um novo turbocompressor, devendo, portanto, ser o sucessor direto do atual 1.4 l TSI. Por sua vez, o 1.5 l TDI deverá ocupar o espaço hoje preenchido pelo 1.6 l TDI.

Motor 1.4 l TSI do Volkswagen Golf 2015. Foto: Divulgação.

Motor 1.4 l TSI do Volkswagen Golf 2015. Foto: Divulgação.

Os novos motores 1.5 l da Volkswagen farão parte da mesma família modular do futuro 1.0 l turbo de três cilindros da marca e, por este motivo, deverão integrar a mesma linha de montagem. De acordo com informações da montadora, os custos de produção serão superiores aos da linha atual, no entanto, os novos propulsores serão muito mais leves e econômicos. O plano é de que a substituição dos motores se estenda também às outras marcas que estão sob a tutela do grupo alemão, incluindo, portanto, a Audi.