• Ford apresentou o Edge 2016, que chega ao mercado no primeiro semestre de 2016;
  • Novo crossover global de luxo foi exibido em São Paulo durante evento em que a empresa anunciou a realização, no próximo ano, de mais uma etapa de lançamentos no País;
  • Ford cresceu, no balanço de 2015, cerca de 1,3 ponto percentual em participação até novembro, atingindo 10,6% do mercado brasileiro.
Novo Ford Edge 2016. Foto: Divulgação.

Novo Ford Edge 2016. Foto: Divulgação.

A Ford apresentou o Edge 2016, que chega ao mercado no primeiro semestre de 2016. O novo crossover global de luxo da marca foi exibido em São Paulo, durante evento em que a empresa anunciou a realização, no próximo ano, de mais uma etapa de lançamentos no País, no total de 16 ações de produtos nas áreas de automóveis, picapes, utilitários esportivos e caminhões.

“Mesmo diante de um cenário desafiador, continuamos a nossa estratégia de plataformas globais e introdução de produtos para satisfazer o consumidor pela qualidade, segurança e criatividade”, afirmou Steven Armstrong, presidente da Ford América do Sul, no tradicional encontro de fim de ano da empresa com a imprensa.

Guy Rodriguez, Natan Vieira, Steven Armstrong, Rogélio Golfarb apresentam Novo Ford Edge. Foto: Divulgação.

Guy Rodriguez, Natan Vieira, Steven Armstrong, Rogélio Golfarb apresentam Novo Ford Edge. Foto: Divulgação.

No balanço de 2015 a Ford cresceu cerca de 1,3 ponto percentual em participação até novembro, atingindo 10,6% do mercado brasileiro, e teve a liderança em vários segmentos importantes, como o de hatches médios, sedãs de luxo e caminhões semileves e leves. Outro fato significativo é que o Ford Ka 1.0 foi o veículo mais vendido do País, considerando a mesma carroceria e motorização. No último trimestre a empresa também comemorou marcas expressivas, com os 20 anos do Fiesta e 15 anos do Focus no mercado brasileiro.

Em dezembro, será celebrado mais um recorde do EcoSport: a produção de 1.000.000 de veículos na fábrica de Camaçari, na Bahia. Desse total, cerca de 600 mil foram vendidos no País e 400 mil destinados à exportação para a América Latina. O veículo que vai simbolizar essa conquista é o EcoSport 1.6 com transmissão sequencial de seis velocidades, lançado recentemente com a proposta de oferecer melhor custo-benefício entre os veículos automáticos no segmento de utilitários esportivos.

Ford EcoSport, 1 milhão de unidades produzidas no Brasil. Foto: Divulgação.

Ford EcoSport, 1 milhão de unidades produzidas no Brasil. Foto: Divulgação.

O ano de 2015 foi marcado ainda pelo lançamento dos novos Focus Hatch e Focus Fastback. Os dois modelos trouxeram novas tecnologias para os carros médios, como o assistente autônomo de frenagem e o estacionamento automático em vagas perpendiculares.

“Fizemos lançamentos importantes no mercado brasileiro, com tecnologias inovadoras que mostram a nossa disposição de liderar a busca de novas soluções de tecnologia e mobilidade”, ressaltou Steven Armstrong.

Novo Edge Global

O novo Edge, que chega ao Brasil no primeiro semestre de 2016, foi exibido pela primeira vez no encontro da Ford, como pré-estreia dos lançamentos que a marca pretende apresentar durante o ano. Totalmente redesenhado, o crossover global chama a atenção pelo design arrojado e promete também novidades no interior e tecnologia.

A frente exibe uma grade dinâmica, de formas fluidas e suaves que antecipam a tendência global da marca. O capô imponente transmite força. Na lateral, a linha de cintura alta e as superfícies esculpidas, com ângulos agudos e formas gráficas, criam uma imagem de poder e confiança, complementada por uma linha de teto elegante. As rodas posicionadas nos cantos externos do chassi compõem um visual amplo e agressivo e reforçam o carisma do novo Edge, que terá mais informações reveladas na época do lançamento.

Destaques de Vendas

No segmento de carros, como destaques, o Focus ampliou a liderança nos hatches médios com 31% de participação, o Fusion liderou o segmento de sedãs CD de luxo e o Ka 1.0 foi o carro mais vendido no mercado brasileiro. O Fusion Hybrid também liderou o segmento de híbridos.

Ford Ka 1.0, líder de vendas. Foto: Divulgação.

Ford Ka 1.0, líder de vendas. Foto: Divulgação.

Na indústria de caminhões, a Ford foi a marca que mais ganhou participação em 2015 com um avanço de mais de 4 pontos percentuais, elevando as suas vendas para 18,4% do mercado. Esse desempenho foi puxado pelos modelos leves, segmento que a marca liderou no período.

O ano teve também a comemoração da produção de 400.000 caminhões na fábrica de São Bernardo do Campo, SP, instalada em 2001. O marco foi simbolizado por um modelo pesado Cargo 2429, em evento realizado com a imprensa. A Ford Caminhões dispõe hoje de uma das linhas mais completas do mercado, que vai dos modelos semileves da Série F até os estradeiros extrapesados da Linha Cargo, para uso nos mais diversos tipos de aplicação.

Novas tecnologias

Em todos os lançamentos a Ford deu continuidade à sua estratégia de democratizar as novas tecnologias, principalmente em segurança e conectividade, tornando-as mais acessíveis para os diferentes segmentos do mercado. O sistema Isofix de fixação de cadeiras infantis, por exemplo, tornou-se item de série em todos os veículos da marca produzidos na América do Sul.

O controle eletrônico de estabilidade, outro equipamento muito importante para a segurança, e o sistema de conectividade SYNC, cada vez mais desejado pelos consumidores, hoje também são oferecidos em todas as linhas de veículos da Ford como item de série ou opcional, conforme o modelo.

Outras tecnologias avançadas disponíveis nos carros da marca incluem assistente autônomo de frenagem, piloto automático adaptativo, assistente de manutenção na faixa, alerta de pontos cegos, chave de segurança MyKey e cinto de segurança traseiro inflável.

Mobilidade Urbana

A Ford também se destacou por realizar uma iniciativa inédita na área de mobilidade urbana. O seminário Futuro da Mobilidade, em São Paulo, reuniu importantes especialistas do País para expor seus trabalhos e tendências nessa área e também apresentou os vencedores do Desafio São Paulo de Mobilidade, com aplicativos e ideias para melhorar o trânsito na cidade. O prêmio, que faz parte do programa global de inovação na mobilidade da Ford, teve mais de 300 inscritos.