No começo deste ano, no mês de março, foi apresentada na Europa, mais precisamente no Salão de Automóvel da cidade de Genebra a Ferrari 488 GTB, em um evento que contou com a participação do piloto de Fórmula 1 Sebastian Vettel, o qual defende a escuderia da marca. O modelo também foi recentemente colocado à mostra no showroom da marca italiana em São Paulo, o qual foi desembarcado no Brasil pela Via Italia, a importadora oficial da Ferrari em nosso país. Conforme esta mesma explica, apenas um único exemplar foi trazido às terras brasileiras até o atual momento, a qual está sendo comercializada pela “simples” quantia de R$ 2,5 milhões. O modelo que sucede a atual 458, tem um grande destaque devido ao fato de ser ainda mais um superesportivo de Maranello a fazer parte de uma tendência, o uso de motores turbo.

Como já foi dito, um dos grandes destaques da máquina é seu motor potente movido a gasolina que possui 3.9 litros, 8 cilindros dispostos na forma V, biturbo com a grande capacidade de atingir 670 cv de potência a 8 mil rpm, além de ter 77,5 kgfm a apenas 3 mil rotações por minuto.

Motor da Ferrari 488 GTB 2016. Foto: Divulgação.

Motor da Ferrari 488 GTB 2016. Foto: Divulgação.

De acordo com a marca italiana, o veículo sai do estado de inércia, entra em movimento e pode chegar a 100 km/h em incríveis 3 segundos, atingindo 200 km/h em 8,3 segundos, além de ter capacidade para atingir uma velocidade máxima de 330 km/h. A transmissão que conta com 7 velocidades, ou seja, 7 marchas, é automática e de dupla embreagem. Além de possuir sua tração nas rodas traseiras, conta também com gerenciamento de torque variável, vertendo a força em seu eixo traseiro conforme o piso e as condições de pilotagem.

O modelo tem desenho interno esportivo em sua totalidade, conta com diversos recursos eletrônicos com o intuito de controlar toda a potência da Ferrari 488 GTB e sem dúvidas garantir também a segurança de seus passageiros. Alguns desses meios utilizados são: o controle de tração F1-Trac, o qual tem a finalidade de manter a estabilidade do veículo ao atingir altas velocidades, e outro controle de estabilidade é o SSC2 que tem a finalidade de melhorar a aceleração nas saídas de curvas.

Painel da Ferrari 488 GTB 2016. Foto: Divulgação.

Painel da Ferrari 488 GTB 2016. Foto: Divulgação.

Outro aspecto em que o modelo da Ferrari se destaca é a permissão dada ao comprador para escolher diversas personalizações, de acordo com seu gosto, como as pinças de freio, cor da carroceria, acabamento interno, rodas, costura dos bancos, entre diversos outros acessórios.

Tratando de carroceria, o novo lançamento superesportivo da marca italiana tem um comprimento de 4,56 m, altura de 1,21 m e largura de 1,95 m. O veículo super potente possuí também um peso de 1.370 kg, isso descontando o peso de líquidos e combustíveis utilizados no mesmo.

Embora o custo do carro possa ser considerado alto, não só no mercado do Brasil, mas como também no mercado mundial, o possante já tem uma grande fila de espera em vários países, o que demonstra um grande interesse por parte dos amantes da marca italiana.