Para quem gosta dos carros da linha Honda Civic, uma boa notícia, o novo modelo de 2016 tem design que pode agradar e surpreender os apreciadores da marca. O carro deve chegar ao mercado nacional apenas no segundo semestre de 2016. O lançamento do modelo foi realizado no último dia 16 de setembro, em Los Angeles, nos EUA. Informações dão conta de que a Honda deve lançar em todo o mundo, as variantes cupê, hatch, Si e Type R.

Honda Civic 2016. Foto: Divulgação.

Honda Civic 2016. Foto: Divulgação.

O microempresário Juliano Santana, 36, conta que está ansioso pela disponibilização do automóvel no mercado. “Eu já tive dois modelos de carros da marca, um deles dei para a minha mulher e o outro tive de vender anos mais tarde. Mas quando vi as imagens e informações sobre o novo modelo fiquei entusiasmado para comprar. Bom, agora é esperar e torcer para conseguir adquiri-lo, assim que for lançado aqui. Vou optar por financiamento, mas quero dar uma boa entrada, acho viável e as parcelas ficam mais cômodas para pagar”, afirma.

Honda Civic 2016. Foto: Divulgação.

Honda Civic 2016. Foto: Divulgação.

Mais sobre o modelo

Vale ressaltar que o novo Honda Civic 2016 também está mais extenso do que os modelos anteriores fabricados, apesar de estar mais leve (cerca de 30,8 kg). O interior tem ainda mais espaço. Contudo, a posição de dirigir ficou, de certa forma, mais baixa. Anote os dados, o novo Honda Civic conta com:

  • Luzes diurnas e lanternas em LED;
  • Porta-malas conta com espaço estimado em 73,6 litros;
  • Espaço interno para passageiros aumentou (cerca de 5 centímetros);
  • Ar-condicionado com tecnologia de última geração;
  • Freio de estacionamento elétrico, sistemas para frenagem de emergência e também alerta de saída de faixa;
  • Cabine ganhou revestimento reforçado;
  • Sobre consumo de combustível, o carro faz, aproximadamente, 17 km/l.

O modelo divulgado nos EUA vem com motor 1.5 de quatro cilindros com turbo e injeção direta de combustível e versão com 2.0 (quatro cilindros), acompanhado da com tecnologia i-VTEC. O kit de entretenimento conta com painel multimídia que dá acesso às plataformas Android Auto e Apple CarPlay. O motorista pode conectar o smartphone ao equipamento, navegar e acessar informações. O carro também conta com vidros elétricos dianteiros, travamento automático de portas, além console central (capacidade para 7,2 litros).

Impacto na mídia

Além da boa recepção, por parte da mídia nacional, em relação ao modelo, a imprensa internacional também deu destaque ao Novo Honda Civic 2016 e publicações como o site Venture Capital Post chegam a mencionar que o automóvel da empresa japonesa pode muito bem ser o “carro do futuro”. A publicação destaca que o veículo é uma junção de tecnologia com esportividade e esse quesito torna o modelo bastante “atrativo” para os motoristas.

Chegada do Honda Civic ao mercado brasileiro

Os primeiros carros Honda Civic foram fabricados no Brasil em 1997, na cidade de Sumaré, no Estado de São Paulo. Curiosamente, mais de 10 anos depois o modelo se destacaria como o carro tipo sedã com maior índice de vendas no país. Além do Brasil, hoje, a empresa conta com fábricas em cerca de 10 países.

Esse novo modelo é o primeiro da marca fabricado totalmente nos EUA. Uma das empresas mais populares do mundo automotivo, a Honda surgiu nos anos 70, mas os veículo da marca apenas chegaram ao Brasil nos anos 90, mais precisamente em 1992.

Curiosidades sobre o Honda Civic

Vale destacar que os primeiros carros fabricados pela empresa japonesa já vinham com motor que permitia combustão com base em processos mais eficientes, isso chamou a atenção de muitos motoristas na época. O modelo Civic, então, registrou bons índices de vendas.

A segunda geração do modelo chegou ao mercado mundial no final dos anos 70. A diferença principal, em relação ao modelo estava no formato do carro, que ganhou dimensões mais angulares. O motor teve potência aumentada.

Naquela época, o fabricante disponibilizou modelos com três transmissões: um manual de quatro velocidades, um manual de cinco velocidades, e transmissão de duas velocidades (semiautomática). Os modelos hatchbacks vieram com mais portas, do que as versões mais antigas fabricadas pela Honda.

Os modelos da quinta e sexta gerações se aproximam mais, em termos de design, em relação aos modelos das últimas gerações. Os carros da quinta geração, por exemplo, ganharam aparência mais aerodinâmica, além do aumento das dimensões do veículo, quando comparados aos primeiros modelos.