O modelo da Toyota alia esportividade e design muito futurista que chama atenção. A dianteira ficou bem “agressiva”, graças ao formato dos faróis e novo desenho nas laterais do carro. Sem esquecer das lanternas em LED, que se destacam bastante. O protótipo do carro foi mostrado hoje, no Salão do Automóvel de Frankfurt, na Alemanha. O primeiro protótipo do modelo foi lançado em 2014, em Paris (França).

Toyota C-HR. Foto: Reprodução/MotorAuthority.

Toyota C-HR. Foto: Reprodução/MotorAuthority.

As informações finais sobre o Toyota C-HR serão divulgadas apenas em 2016, no Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça. Sabe-se que o carro deve chegar ao mercado mundial somente em 2017. Mas algumas informações já foram divulgadas. Então, vamos lá!

Motor híbrido

O Toyota C-HR contará com motor híbrido – com combustão interna – que funciona a gasolina e motor elétrico, que ajuda na redução das emissões de gás carbônico. Por este motivo, o carro pode ser considerado ecologicamente correto. Contudo, vale destacar que, sobre essa versão, a empresa não confirmou se pretende comercializar o mesmo modelo no mercado da América Latina. Isso porque o carro foi originalmente concebido para o mercado europeu, mesmo com o caráter de “modelo global”. Entretanto, há possibilidade de que o carro chegue ao mercado nacional em 2017. É bem possível que no Brasil não se utilize o motor híbrido, mas sim uma versão convencional.

O Toyota C-HR é concorrente direto do modelo Honda HR-V, que é, inclusive, o líder de vendas no Brasil – em termos de carros tipo SUV (Sport Utility Vehicle) esportivo utilitário. Outro carro concorrente direto do modelo da Toyota é o EcoSport. Embora a Toyota tente focar o C-HR como um modelo Crossover, o objetivo é disputar o mercado com SUVs importantes do mercado, como os modelos da Honda e Ford citados. De qualquer forma, vale destacar que os veículos SUVs têm ganhado cada vez mais espaço no mercado nacional de automóveis.

Um pouco mais sobre o Toyota C-HR

O visual marcante do modelo também se deve às rodas aro 21 polegadas, além de motor híbrido, acompanhado de bateria considerada a mais compacta atualmente. O porta-malas ganha a mesma robustez aplicada na dianteira do carro. As maçanetas são escondidas e bem modernas.

O novo modelo da Toyota integra a plataforma Toyota New Global Architecture (na sigla TNGA). No caso, este sistema também está presente em modelos da marca, como a linha Prius. Essa plataforma de produção será utilizada pela empresa por mais 5 anos, aproximadamente.

Sobre o interior do veículo, a página estrangeira Car News destaca que o painel do Toyota C-HR tem visual mais “leve” e não tem tanto detalhes quanto outros modelos fabricados anteriormente pela marca. Outros quesitos foram destacados, como os tapetes do chão, que trazem bordas. Os bancos em couro ainda possuem alguns detalhes, com linhas brancas.

Interior do Toyota C-HR. Foto: Reprodução/Motorflash.

Interior do Toyota C-HR. Foto: Reprodução/Motorflash.

Enquanto, o modelo não chega ao mercado, os interessados no Toyota C-HR precisam aguardar por mais informações sobre carro, as quais devem ser divulgadas nos próximos meses. Vale ressaltar também que na página oficial da Toyota, é possível saber um pouco sobre o modelo. O conteúdo está disponível em inglês.

Líder de vendas em 2006

Em 2006, a empresa se destacou tanto no mercado mundial que se tornou líder de vendas naquele ano, superando a norte-americana GM. Contudo, após o terremoto que atingiu o Japão, em 2011, a empresa perdeu a posição de líder do mercado.

A Toyota surgiu nos anos 30 e foi fundada por Kiichiro Toyoda. A sede do grupo fica na cidade que leva o mesmo nome da marca. Nos anos 80, a empresa oriental recebeu o seu primeiro Prêmio de Controle no Japão. Em 1982, a Toyota Motor Company e a Toyota Motor Sales foram fundidas. Ambas atuavam de forma separada no mercado. No final dos anos 80, a Toyota lançou sua marca de luxo, no caso, os modelos da linha Lexus.

Carros elétricos e competições do automobilismo

Vale mencionar também que a empresa é uma das principais marcas que produz e comercializa veículos elétricos no mercado mundial. O Toyota Prius, inclusive, foi um dos primeiros a utilizar motor elétrico, em 1997.

Além da produção de carros com tecnologia de ponta, a Toyota também participa de várias competições automobilísticas, as quais contam com modelos e motores desenvolvidos pela marca. Dentre as competições, destaque para as categorias Fórmula 3, Super GT e Fórmula Nippon, dentre outras competições.