Rumores davam conta de um possível lançamento do Novo Volkswagen Santana no mercado brasileiro, no entanto, o projeto foi descartado e acabou frustrando muita gente que já dava como certa a chegada do modelo às terras tupiniquins. Na China, a história é outra, o sedan é aclamado pelos consumidores, tanto que ganhou até uma versão hatchback que está sendo chamada de VW Gran Santana.

Volkswagen Gran Santana 2015. Foto: Reprodução/FP/le blog auto.

Volkswagen Gran Santana 2015. Foto: Reprodução/FP/le blog auto.

Assim que a nossa equipe teve acesso às imagens do VW Gran Santana, achou que se tratava de uma perua, tudo graças às linhas retilíneas nas laterais e os 4,28 m de comprimento que colocam o carro em um porte próximo ao do Golf Variant. Embora seja um sucesso entre os chineses, o modelo deixa a desejar na harmonia de suas linhas, o que garante um visual um tanto quanto controverso.

Volkswagen Gran Santana 2015. Foto: Reprodução/FP/le blog auto.

Volkswagen Gran Santana 2015. Foto: Reprodução/FP/le blog auto.

Se o visual não é dos mais agradáveis, não podemos dizer o mesmo da motorização do VW Gran Santana, pois o modelo conta com duas opções de motor, o 1.4 TSi de 130 cv de potência e transmissão manual de cinco velocidades ou câmbio automático do tipo DSG de seis marchas e o 1.6 litros 16V de 110 cv de potência com as mesmas opções de transmissões manuais ou automáticas.

Volkswagen Gran Santana 2015. Foto: Reprodução/FP/le blog auto.

Volkswagen Gran Santana 2015. Foto: Reprodução/FP/le blog auto.

O VW Gran Santana será produzido na China pela join-venture Shanghai-Volkswagen, além disso o carro ocupará a categoria de carro familiar de baixo custo, sendo assim uma boa opção para quem quer economizar na hora de comprar um automóvel, mas que não deseja perder tanto em espaço, conforto e desempenho.

Como já foi dito, o Volkswagen Santana teve o seu projeto cancelado no Brasil, vários são os motivos para essa tomada de decisão por parte da montadora alemã, no entanto, a principal causa teria sido a preferência da marca em construir seus modelos sob as plataformas MQB (para modelos mais “top de linha”) e NSF (para modelos mais baratos, como é o caso do VW up!), deixando de lado a base PQ25 que é usada no Polo europeu e que seria utilizada também no Novo Santana.

Fotos: FP/le blog auto.