• Com 77 cavalos e 10 kgfm, motor recebeu nota “A” no programa de etiquetagem do INMETRO;
  • Novo propulsor é também produzido no Complexo Industrial da Nissan em Resende (RJ);
  • Sistema de ignição do motor a frio Flex Start® Bosch é novidade nos motores 1.0 e 1.6;
  • Dirigibilidade e prazer de condução em todas as motorizações;
  • Compromisso New March: 3 anos de garantia, menor custo de manutenção e dois anos de assistência do Nissan Way.
Nissan New March. Foto: Divulgação.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Produzido no Complexo Industrial da Nissan em Resende (RJ), o New March chega agora com novidades importantes, que vão deixá-lo ainda mais eficiente e prazeroso na condução. O primeiro modelo japonês lançado no segmento de veículos compactos agora também é o primeiro japonês a ser equipado com um moderno motor de três cilindros e 1,0 litro. Previsto para chegar às concessionárias Nissan de todo o país a partir de março, a novidade tem preço inicial estipulado em R$ 35.990, em versão completa desde o modelo de entrada.

Apresentado mundialmente no Salão de Frankfurt de 2013, o Nissan New March traduz de forma clara o DNA japonês da empresa, com alto nível de qualidade, atenção minuciosa aos detalhes, inovação e uma ampla lista de equipamentos de série. Com design arrojado e conjunto mecânico moderno, que inclui também o motor 1.6 16V flexfuel, de 111 cavalos, é um carro perfeito para o ritmo da cidade e apresenta uma tecnologia surpreendente com conteúdos inéditos em seu segmento. Projetado no Japão, com a participação de equipes de vários países do mundo, inclusive do Brasil, e utilizando a versátil plataforma ‘V’, o compacto da Nissan é vendido – e aprovado – em cerca de 160 países.

“O Nissan New March produzido em Resende continua o sucesso do seu antecessor no mercado brasileiro. Já são mais de 20 mil unidades produzidas em poucos meses de fabricação no país, garantindo crescimento sustentável nas vendas do modelo. E como a Nissan sempre acompanha as tendências e as necessidades de seus clientes, agora incrementa o compacto com o moderno e econômico motor de três cilindros, 1,0 litro, 12 válvulas e sistema de partida a frio, este equipamento em ambas as motorizações. É mais tecnologia para oferecer ainda mais qualidade, prazer de dirigir, economia e excelente custo total de propriedade ao New March”, afirma Arnaud Charpentier, diretor de marketing da Nissan do Brasil.

Moderno, econômico, leve e brasileiro

Produzido na fábrica de motores do Complexo Industrial da Nissan de Resende (RJ) seguindo os padrões de qualidade da marca, o motor HR10 é moderno, compacto e leve, por conta da redução da massa de componentes, como bloco, cabeçote, virabrequim, cárter, entre outros.

O cabeçote (dotado de variador na admissão) e o bloco são de alumínio, materiais que colaboram para a redução do peso em relação ao propulsor utilizado anteriormente, de quatro cilindros (D4D) e que tinha bloco de ferro. Com esse novo “coração”, o Nissan New March obtém um bom equilíbrio entre o desempenho, pois tem a maior parte do seu torque disponível já em baixas e médias rotações, e a eficiência no consumo de combustível, que é um dos melhores do segmento. A sua excelente relação peso-potência, de 12,5 kg/cv, colabora bastante para a boa performance do carro no dia-a-dia das cidades e na hora de viajar. A Nissan trabalhou particularmente a dirigibilidade e o prazer ao dirigir com esse novo motor.

Motor três cilindros de 1.0 litro do Nissan New March. Foto: Divulgação.

Motor três cilindros de 1.0 litro do Nissan New March. Foto: Divulgação.

Derivado do motor HR12, de 1,2 litro utilizado pela Nissan em vários países, o HR10 foi desenvolvido exclusivamente para o mercado brasileiro pela engenharia da empresa no Brasil e no Japão. Além de utilizar componentes de baixo atrito, o motor tem calibração para trabalhar com a gasolina brasileira (E22) e etanol (E100) e também a mistura dos dois em qualquer proporção. Muitos componentes foram nacionalizados e preparados para trabalhar com o etanol. O material das camisas dos cilindros, por exemplo, foi desenvolvido para a nova taxa de compressão. A geometria do coletor de admissão é nova, assim como foram modificados o diâmetro do corpo de borboleta. O volante e a polia de amortecimento foram balanceados com contrapesos externos para reduzir as vibrações características dos motores de três cilindros. Além disso, o isolamento acústico foi reforçado.

O novo motor mantém tecnologias que a Nissan utiliza em seus carros e que fazem a diferença para o cliente na hora da manutenção. Entre elas está o uso de corrente no lugar de correia para sincronização do virabrequim com a árvore do comando de válvulas (duplo e variável na admissão), solução que amplia o prazo de manutenção do equipamento para acima de 100 mil km, o dobro do normal para as correias. As velas têm eletrodos de platina, substituídas também a cada 100 mil km. Com essas duas soluções, o proprietário tem a certeza de maior durabilidade do motor e menor custo de manutenção. Produção local, tecnologia e qualidade japonesa dão maior tranquilidade aos clientes.

Motor três cilindros de 1.0 litro do Nissan New March. Foto: Divulgação.

Motor três cilindros de 1.0 litro do Nissan New March. Foto: Divulgação.

O HR10 1.0 12V oferece aos proprietários equilíbrio entre o consumo de combustível e o bom desempenho, fato comprovado pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), do INMETRO. Com o novo propulsor, o Nissan New March foi reconhecido com a nota máxima (“A”) na sua categoria, obtendo algumas das melhores marcas de consumo na cidade e na estrada, com gasolina ou etanol. No ciclo urbano, o compacto faz 8,8 km/l, com etanol, e 12,9 km/l, com gasolina. Em estradas, as médias são de 10,3 km/l e 15,1 km/h, respectivamente. A relação da 5ª marcha foi alongada (0,821 para 0,7949) para baixar as rotações em velocidade de cruzeiro, também trazendo maior economia de combustível.

100% dos motores produzidos pela Nissan no Brasil

O novo motor 1.0 12V junta-se ao 1.6 16V nas linhas de produção do Complexo Industrial da marca em Resende (RJ). Assim, 100% dos motores do Nissan New March passam a ser nacionais. Como acontece desde seu lançamento em maio de 2014, as versões superiores do compacto são equipadas com o motor de 1.598 cm³, que desenvolve 111 cavalos de potência a 5.600 rpm, com qualquer um dos combustíveis, e faz o Nissan New March sair da imobilidade aos 100 km/h em 9,8 segundos (gasolina) e 9,3 segundos (etanol). Essa agilidade é proveniente da modernidade do projeto, excelente relação peso-potência (8,8 kg/cv) e do torque de 15,1 kgfm a 4.000 rpm – 90% já estão disponível a 2.400 rpm.

Este motor utiliza o sistema CVVTCS (Continuosly Variable Valve Timing Control System, ou variação da abertura das válvulas através de variador de fase), que faz com que a entrada de ar e de combustível nos cilindros seja otimizada em qualquer rotação, oferecendo respostas mais precisas do acelerador e maior rendimento com economia de combustível. O resultado é uma melhor queima de combustível e, em consequência, redução das emissões de poluentes.

Sem tanquinho

O novo motor de três cilindros e 1,0 litro atende à nova fase do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve L6), em vigor desde 1º de janeiro no Brasil, que estabelece níveis de emissões veiculares mais baixos e tecnologias mais sofisticadas em 100% dos motores de ciclo Otto. Entre as tecnologias empregadas para atingir esses novos níveis está o sistema Flex Start® Bosch, que elimina o tanque auxiliar da partida a frio, em todas as versões (também está disponível para o motor HR16, de 1,6 litro e 16 válvulas).

Esse sistema avançado traz muito conforto, pois dispensa o abastecimento do recipiente auxiliar com gasolina. O Flex Start® Bosch conta com sistema de gerenciamento eletrônico que controla toda operação de aquecimento do combustível, que entra em operação na partida e também na fase fria de funcionamento do motor, permitindo a ignição em temperaturas baixas mesmo quando o tanque está abastecido com 100% de etanol.

O sistema, disponível também no motor 2.0 16V do sedã médio Novo Sentra, conta com velas aquecedoras na galeria do combustível, acima dos bicos injetores, que elevam a temperatura do etanol em câmaras independentes. A unidade de controle de aquecimento do sistema monitora a potência enviada às velas, acionando individualmente cada uma para evitar sobrecarga no sistema elétrico. Assim, o combustível é injetado de forma pulverizada e não liquefeita, melhorando a combustão, e assegurando uma pronta resposta na partida em baixas temperaturas.

Além de tornar mais eficiente a partida a frio em carros abastecidos com proporção maior de etanol, a tecnologia Flex Start® Bosch colabora na redução das emissões de poluentes. Afinal, é no momento de ligar o motor que ocorre a maior liberação de gases poluentes.

Moderno e com foco na qualidade

Um dos pilares da Nissan é fabricar produtos de qualidade elevada, que satisfaçam os clientes em todo o mundo. Por isso, a produção do Nissan New March e de seus motores em Resende (RJ) segue os processos e padrões mundiais da marca (“Nissan Production Way”) para garantir a mesma qualidade que o modelo entrega aos consumidores de todos os países nos quais é vendido. Afinal, ser japonês é pensar no carro em todos os detalhes.

A preocupação da empresa com a qualidade e segurança resultou na moderna plataforma “V”, que serve de base para o Nissan New March. Concebida sob um novo e extenso processo de desenvolvimento e produção, ela cria um conjunto inédito de padrões para a indústria por conta da avançada engenharia aplicada.

Com design renovado desde o ano passado, o New March conta com uma grande entrada de ar inferior e grade cromada em forma de “V”, que refletem ainda a atual assinatura mundial da Nissan. Ressaltado pelo parachoque dianteiro encorpado, robusto e elegante, a parte dianteira confere ao modelo uma personalidade única. As maçanetas e retrovisores, de acordo com a versão, podem ser pretos, da cor da carroceria ou cromados.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Visto de lado, o Nissan New March chama a atenção pelas linhas arqueadas das janelas. Os para-lamas proeminentes iniciam a marcante e baixa linha de cintura. Além da sensação de robustez, a solução permitiu à engenharia posicionar as caixas das rodas nas partes mais extremas da carroceria, com o objetivo de conferir maior estabilidade e dirigibilidade, além de ampliar o espaço e o conforto interno. Ele possui um entreeixos de 2,45 m, excelente para um carro com 3,83 m de comprimento, 1,68 m de largura e 1,53 m de altura. Dessa forma, o Nissan New March surpreende no espaço interno mesmo sendo um veículo compacto.

O desenho da carroceria na extremidade traseira do teto é levemente elevado para ajustar o fluxo de ar para os lados, o que melhora a performance aerodinâmica do carro. Além disso, dos espelhos retrovisores ao espoiler, cada elemento do Nissan New March foi projetado para reduzir a resistência ao ar. Por conta disso, o modelo atinge 0,33 cx de coeficiente de arrasto, medida mais eficiente do que a média do segmento dos automóveis compactos.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Por dentro, painel e volante seguem um estilo sofisticado, mas sem abrir mão da ergonomia. A amplitude do interior é obtida pela altura do teto e pelo excelente ângulo de abertura das quatro portas, de quase 90º, que facilitam a entrada e saída, e por ideias simples, como ter a base da porta abaulada, que permite entrar e sair do modelo sem raspar os pés na região como em outros modelos. Os ocupantes contam com 820 mm entre os limites internos das portas para acesso ao interior, medida superior à dos principais concorrentes.

O console foi concebido levando em consideração as necessidades do motorista durante a condução. Assim, os designers da Nissan garantiram que os controles de áudio e do sistema de climatização sejam fáceis de visualizar, acessar e utilizar. O painel de instrumentos tem design inteligente, de fácil leitura do velocímetro, e o conta-giros traz instrumentos claros e brilhantes, que contribuem para a boa visibilidade. Desde a versão de entrada, o Nissan New March conta com computador de bordo com funções como autonomia, consumos instantâneo e médio e abertura interna da tampa do tanque de combustível.

Ainda em relação à busca da melhor ergonomia para o motorista, os comandos mais acessados, como o do ar-condicionado, do aquecimento, do sistema de som, do acionamento elétrico dos vidros, entre outros, estão posicionados de forma a evitar o deslocamento do corpo do motorista e são fáceis de operar.

Interior do Nissan New March. Foto: Divulgação.

Interior do Nissan New March. Foto: Divulgação.

Os bancos contam com costura dupla, que aumenta a qualidade do acabamento e amplia a percepção de cuidado com o produto para o cliente. Outro ponto importante dos bancos é o sistema Comfort Seat, tecnologia de ponta empregada pela Nissan na confecção deste equipamento. Assim, os bancos dianteiros contam com suportes laterais nos encostos, que ajudam a aumentar o conforto e a manter a posição estável. Já o tecido utilizado evita o deslocamento do corpo para frente em frenagens. O motorista dispõe, ainda, de ajuste de altura, item de série desde a versão de entrada e não disponível em muitos concorrentes. Todos estes recursos colaboram para reduzir o cansaço na condução por horas contínuas, tornando o compacto da Nissan ainda mais confortável.

Bem equipado e com diferenciais desde a versão de entrada

O Nissan New March foi o primeiro entre os hatches compactos a oferecer itens disponíveis apenas em veículos de segmentos superiores: câmera de ré, navegador por GPS integrado às redes sociais (na versão 1.6 SL) e cintos de segurança com pré-tensionadores e limitador de carga.

A câmera de ré traz mais segurança e comodidade já que aumenta a confiança do motorista ao melhorar a visibilidade na traseira, ajudando a evitar colisões com objetos ou pessoas não identificados pelo retrovisor. E, em conjunto com a direção elétrica progressiva, deixa a tarefa de estacionar muito mais fácil.

E para acompanhar o ritmo da cidade e do mundo sem fios para se comunicar, o compacto da Nissan traz muita conectividade a bordo. Além das imagens captadas pela câmera de ré, o sistema multimídia (disponível na versão 1.6 SL) com monitor de 5.8 polegadas conta com equipamento de navegação por satélite (GPS) com tela sensível ao toque e comandos de voz em português, mostra todas as informações de áudio e do telefone celular e, ainda, permite se conectar via Bluetooth a dispositivos móveis como smartphones e equipamentos que tocam arquivos digitais de mp3.

O Nissan New March também traz ar-condicionado digital automático inteligente, que permite a escolha da temperatura desejada para que o sistema se adapte. Com 22 graus selecionados, por exemplo, o ambiente interno ficará assim mesmo se o carro estiver passando por locais com variações sensíveis de calor e frio, pois sensores identificam a temperatura e fazem a troca de ar para deixar do jeito desejado.

O volante multifuncional, exclusividade mundial do modelo brasileiro, concentra os controles de áudio e da função viva voz para o telefone. Já com o Bluetooth® Streaming é possível sincronizar a agenda telefônica e os arquivos de música digital com o sistema para ampliar as opções de diversão durante a condução, sem a necessidade de cabos para conexão.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

O modelo conta também com o sistema NissanConnect™. Disponível nos Estados Unidos e na Europa, trata-se da plataforma global da Nissan para a conectividade de aplicativos de smartphones. Com ela, motoristas podem ter a experiência digital diretamente em seu veículo. O funcionamento é simples: após a compra da versão do New March equipada com o NissanConnect™ (1.6 SL), o proprietário se cadastra e registra o veículo no sistema, além de baixar o aplicativo em um smartphone com os sistemas operacionais Android ou iOS. A partir disso, é possível interagir com os aplicativos mais populares, como Facebook e Google.

No Facebook, a plataforma permite acessar funções como feed de notícias, status, check in, amigos e eventos. Se, por exemplo, chegar convites para eventos, isso será mostrado no sistema. A partir daí, com um clique na tela touch screen, é possível dirigir-se ao local com o auxílio do navegador e ainda fazer o check in quando chegar.

No Google Search é possível buscar pontos de interesse. O pacote de serviço do NissanConnect™ é gratuito para os primeiros três anos após a data de compra do carro. É importante ressaltar que o funcionamento depende da compatibilidade do smartphone com o pacote de dados e do cadastro no aplicativo.

Na segurança passiva, o New March conta com pré-tensionadores e sistema limitador de carga dos cintos de segurança dianteiros. São itens que colaboram para, em caso de colisão, os cintos se retraírem instantaneamente e, assim, restringir rapidamente o movimento dos corpos dos passageiros. Logo em seguida, libera gradualmente a correia, amortecendo a força aplicada ao peito, reduzindo a possibilidade de lesões.

Agilidade e força precisam estar associadas com segurança. Além do duplo airbag de série em todas as versões, o Nissan New March é equipado com freios antitravamento ABS de 9ª geração, da Bosch, com controle eletrônico de frenagem (EBD) e sistema de assistência de frenagem (BAS), que tornam a condução e parada do carro muito mais seguras. Os equipamentos ajudam a calcular a velocidade e a força que o motorista impõe no pedal em situações de emergência para reduzir a distância da frenagem.

O EBD do Nissan New March pode variar o esforço de frenagem até 50% por eixo, no máximo. Sistemas sem esse recurso são calibrados, normalmente, 30% atrás e, 70%, na frente. Dessa forma, evita-se o efeito “mergulho” da dianteira. Para apoiar de forma correta esses sistemas no momento das frenagens mais fortes, o carro conta com disco de freios de 260 mm na frente e tambores com 203 mm atrás.

Condução ágil e segura

Além de ser ágil na condução, fruto da relação entre os eficientes conjuntos motor/câmbio e o baixo peso, o Nissan New March também se destaca pela facilidade de manobrar. Duas características fundamentais para um veículo rodar no trânsito cada vez mais pesado das cidades. Equipado com direção elétrica progressiva de série desde a primeira opção de acabamento, o modelo ainda tem o menor diâmetro de giro do segmento, apenas 4,5 m. Sem contar que o motorista tem excelente visibilidade por conta do para-brisa amplo, das colunas “A” finas e espelhos retrovisores grandes, com espelhos convexos, outra novidade do modelo.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Um dos diferenciais do Nissan New March no segmento são as rodas de liga leve aro 16, que conferem maior esportividade ao modelo, item que é desejo de muitos clientes do país. Como os pneus com perfil mais baixo (185/55 R16) poderiam comprometer o conforto e a dirigibilidade, a engenharia da Nissan do Brasil adotou novos amortecedores com curso maior (8 mm no da frente e 9 mm na traseira). Dessa forma, as rodas aro 16 oferecem a mesma durabilidade e conforto das rodas com aros 14 e 15, disponíveis nas outras versões. O carro rodou mais de 200 mil quilômetros pelo Brasil para testar e aperfeiçoar a nova opção às diferentes condições de pavimento do país.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

Nissan New March. Foto: Divulgação.

A suspensão frontal é independente, tipo McPherson, e a traseira tem eixo de torção, solução adotada pela Nissan em vários modelos de sua linha. É uma combinação que oferece condução muito agradável, reduzindo os golpes e as vibrações, além de um bom desempenho sem esforços. A suspensão traseira foi desenhada também para minimizar a intrusão no porta-malas, de maneira a oferecer mais espaço no compartimento e na cabine. Essas configurações da suspensão do Nissan New March oferecem condução muito agradável, reduzindo os golpes e as vibrações provocadas por pisos irregulares.

Compromisso Nissan: O menor custo de revisão do Brasil será mantido

O proprietário do New March conta com o “Compromisso Nissan New March”, pacote que inclui três anos de garantia sem limite de quilometragem; assistência 24h gratuita por dois anos e preços de manutenção periódicas transparentes. O principal objetivo é garantir que os clientes fiquem totalmente despreocupados durante toda a experiência com o veículo.

Nas revisões, a mão de obra é grátis nas duas primeiras. O compromisso de apresentar o menor custo do segmento de hatches compactos do Brasil será mantido no New March 3 cilindros. E não há distinção entre consumidores das diferentes regiões do território nacional: os preços das revisões obrigatórias são fixos e válidos em todo o país, para que o proprietário do Nissan New March saiba desde a hora da compra quanto gastará nas revisões periódicas (a cada 10.000 km ou 12 meses, o que ocorrer primeiro).