novo-peugeot-308É o que afirmou Miguel Figari, atual diretor geral da Peugeot no Brasil, em entrevista recente a alguns jornalistas do setor. De acordo com ele a marca avalia a vinda do modelo importado da França para conviver com o atual fabricado na Argentina. Por ser mais moderno e sofisticado, a marca o posicionaria acima do atual sem canibalizar vendas.

Montado sobre uma nova plataforma modular chamada EMP2, que também equipa o Citroën C4 Picasso, o novo 308 foi apresentado na Europa em setembro de 2013 durante o Salão de Frankfurt, com as vendas começando logo em seguida. Por lá ele é oferecido com motores 1.2 THP de 130 cv e 1.6 THP Turbo de 156 cv, sendo essa última opção, de acordo com as pretensões da marca, a mais cotada para desembarcar por aqui.

Para não ficar tão defasado em relação à concorrência a marca também pretende dar um “upgrade” no modelo argentino e prepara alguma mudanças visuais, além da inclusão de novos equipamentos de série. Unidades portando essas mudanças já foram flagradas na Argentina, indicando que o lançamento deve acontecer no começo de 2015.

Quanto ao restante da gama de produtos, a marca francesa recentemente retirou de linha os modelos 207 nas opções picape e sedã, ficando apenas o hatch como opção de entrada. A ideia dos diretores é reduzir opções e enxugar a linha, conquistando consumidores apenas com modelos mais requintados, como o hatch 208 e o jipinho 2008 – esse segundo com previsão de chegada já para o primeiro semestre de 2015.

Para os modelos 308CC e RCZ a marca não deve apresentar novidades tão cedo. Quanto ao 508, a marca a estuda atualizá-lo em breve com o novo modelo europeu.