Disposta a conquistar o seu espaço no mercado brasileiro, a Mazda pensa em trazer um modelo seu para o Brasil. Na verdade seriam dois, o Mazda 3 Sedan, modelo esse que é fabricado no México e que, por isso, chegaria sem imposto de importação e o Mazda 2, carro mais popular que teria a responsabilidade de disputar a preferência dos consumidores com o Chevrolet Onix, Fiat Palio, Hyundai HB20 e Volkswagen Gol.

Sobre o Mazda 3, é importante frisar que o mesmo é composto por linhas elegantes e suaves, onde a grade dianteira envolta por um elemento cromado que insere-se nos faróis é o que mais chama a atenção no modelo japonês. Lembrando que esse tipo de design é uma marca registrada da montadora desde 2012.

O interior conta com conforto e modernidade, além de um painel com desenho esportivo e acabamento de alto nível, tanto que o mesmo foi considerado melhor que o presente no Hyundai Elantra, Toyota Corolla e Honda Civic (seus principais rivais nos Estados Unidos).

Ciente de que o segmento de sedans médios é extremamente disputado, a Mazda vai seguir o exemplo das montadoras chinesas, ou seja, irá oferecer uma gama bastante vasta de itens de série sem que o preço do modelo seja elevado.

Entre os equipamentos presentes no carro, as versões de entrada já contam com central multimídia, conectividade Bluetooth com streaming de áudio para telefone celular e botão Start. Os modelos top de linha integram rodas de alumínio, revestimento em couro, câmera de ré, tela touchscreen e teto solar.

A parte mecânica é formada pelo motor de quatro cilindros 2.0 aspirado capaz de gerar 157 cv de potência. Mesmo sendo um bom propulsor, o mesmo não consegue dar ao Mazda 3 um desempenho de modelo esportivo. A transmissão é manual de seis marchas ou automática de seis velocidades.