Passando por um processo de reformulação interna, a Honda irá renovar toda a sua gama de veículos nacionais. Primeiro foi o Fit (em maio), depois o Civic (chega entre junho e julho) e agora é a vez do sedan médio, City, modelo esse que chega a sua linha 2015.

Recheado de mudanças, o Novo City 2015 chegará ao mercado no mês de setembro, ou seja, antes mesmo de desfilar no stand da Honda no Salão do Automóvel de São Paulo. Essa é uma jogada de marketing da montadora japonesa, a fim de elevar as vendas do sedan.

Após ser renovado na Ásia no ano de 2013, o Honda City 2015 sofrerá as mesmas mudanças aplicadas ao novo Fit, novidades essas que vão desde a carroceria até o powertrain. Além disso, serão adicionados novos conteúdos e melhorias no câmbio CVT e na central multimídia.

Sobre o visual do Novo Honda City 2015, é importante destacar que o design está mais moderno e encorpado, lembrando bastante o Civic. Com esse novo estilo de linhas mais fortes e com a traseira composta por lanternas horizontais, o sedan ficou com mais cara de “carrão”.

A parte interna está mais moderna, além de maior, visto que o comprimento foi para 4,44 m, a altura para 1,49 m (aumento de 15 mm) e a distância entre-eixos para 2,6 m (aumento de 50 mm). Essas novas medidas resultam um espaço interno de ótimo nível, garantindo assim bastante conforto e comodidade aos ocupantes do modelo japonês.

O isolamento acústico foi melhorado, assim como o porta-malas que foi aumentado, tudo graças às novas dimensões do Honda City 2015. O volume de carga agora é de até 510 litros, espaço esse que é bastante considerável e muito útil. Em questões estéticas, o interior se parece bastante com o do modelo atual.

Sobre os equipamentos de série, podemos destacar o volante multifuncional, teto solar, partida sem chave, câmera de ré, sistema de som com conectividade Bluetooth e difusões de ar-condicionado específicos no banco traseiro.

Na parte mecânica, o Novo Honda City 2015 irá incorporar o motor 1.5 (o mesmo do Fit), propulsor esse que contará com o sistema e-flex de partida a frio (que elimina o tanquinho de gasolina). A transmissão é o manual de seis velocidades ou a CVT (continuamente variável).

No mercado brasileiro, o Honda City 2015 continuará enfrentando a forte concorrência do Chevrolet Sonic, Fiat Linea, Ford New Fiesta Sedan e Hyundai HB20.