A Kia ganhou um motivo a mais para continuar investindo no mercado brasileiro. Trata-se do programa Inovar-Auto, que permite a montadora sul-coreana importar uma cota anual de 4.800 unidades. Para inaugurar esse novo “limite”, a marca já prepara dois lançamentos para maio e junho.

Para maio, a novidade será o sedan Quoris, já para junho, é a vez do Kia Soul ser apresentado na sua linha 2015. Por falar no xodó da montadora, é importante ressaltar que se trata do carro mais vendido da marca no mercado mundial.

Nos próximos meses, será a vez do lançamento do Cerato hatch, a minivan Carens e o Cerato Koup, no entando a Kia ainda não definiu as datas de apresentação de cada um dos modelos que chegam como apostas da montadora para subir no ranking de vendas.

Sobre as novidades, o Kia Soul 2015 conta com um design projetado pelo estúdio da montadora na Califórnia, nos EUA. Os faróis estão mais longos e a traseira transmite um aspecto mais redondo para as lanternas.

O chassi foi renovado, agora está mais longo, largo e rígido. A distância entre-eixos também foi modificada, estando 20,3 mm maior do que a presente na versão anterior.

Se a parte externa recebeu poucas novidades, não podemos dizer o mesmo do interior do novo Kia Soul 2015, uma vez que diversos itens tecnológicos foram adicionados ao modelo. De série, o modelo conta com travas e vidros elétricos, comandos no volante e sistema de som via satélite com Bluetooth.

A versão Plus inclui teto solar, faróis de neblina, tela sensível ao toque, sistema multimídia UVO, bancos de couro, câmera de ré, GPS e rodas aro 17. Por fim, a configuração Exclaim, a top de linha do Kia Soul 2015, adiciona rodas aro 18, porta-luvas refrigerado e lanternas com LED.

Na parte mecânica, a versão de entrada conta com o motor 1.6 GDI capaz de fornecer 133 cv de potência, as demais configurações são equipadas com o bloco 2.0 GDI que entrega 166 cavalos de potência. Em relação a transmissão, ela é manual de seis marchas em todas as versões, no entanto há a possibilidade de que a mesma seja trocada por um câmbio automático de seis velocidades.