Após dezenas de especulações em relação a produção ou não da nova geração do sedan médio Escort, eis que a Ford finalmente confirmou a fabricação do modelo para a China. Entre as novidades, destaque para o design sofisticado, a segurança presente no veículo, além de um amplo espaço interno.

A motorização será composta pelo propulsor 1.5 Ti-VCT de quatro cilindros, onde a Ford promete um desempenho bastante eficiente e uma potência de bom nível. O novo Ford Escort será fabricado na China por meio de uma parceria da Ford (Changan Ford) e uma empresa local.

Sobre a sua estrutura, o novo Ford Escort foi desenvolvido especificamente para o mercado chinês, uma vez que os asiáticos valorizam bastante o espaço interno dos veículos. A plataforma usada na produção será a C, a mesma que integra todos os carros compactos globais da montadora americana.

Visando a forte concorrência que o novo Escort irá enfrentar, a Ford apostou em um design simples, porém sofisticado e bastante agradável. No entanto, é possível reparar que alguns detalhes da filosofia “One Ford” de design global foram mantidos.

A traseira ganhou faróis mais compridos, onde as linhas formam um desenho bastante delicado e diferente. As laterais contam com uma coluna C mais atrás do que na maioria dos sedans. Essa medida foi tomada para que o novo Ford Escort possa ganhar um porte mais esportivo, algo que é bem típico de modelos da família premium. Por fim, a dianteira aparenta estar mais larga, tudo graças a uma grade trapezoidal invertida e aos faróis alongados.

Se na parte externa, o Ford Escort apresenta um design bastante interessante e sofisticado, em seu interior, o modelo também não faz feio, tudo graças ao uso de materiais de boa qualidade no acabamento, espaço interno de bom nível e detalhes estéticos que fazem a diferença no quesito visual.

Pensando na segurança dos ocupantes do novo Escort, a Ford produz o modelo com aços reforçados, a fim de reduzir o peso da estrutura. Além disso, o sedan ainda conta com um sistema de retenção composto de seis airbags.

Como já foi dito, o motor é o 1.5 Ti-VTC de quatro cilindros, no entanto a grande diferença fica por conta da economia que o mesmo oferece ao consumidor. Para alcançar esses resultados, a Ford investiu em tecnologias capazes de controlar de forma precisa o comando de válvulas, além de baixar o nível de emissões.

Em relação à dinâmica do novo Ford Escort, destaque para o sistema Electric Power Steering (EPS/EPAS), função essa que abrange a direção elétrica, entre outras tecnologias de baterias avançadas que resultam na redução de carga do motor.

A parte de equipamentos de entretenimento conta com uma estação central localizada logo acima do console central do novo Escort, onde é possível montar e carregar dispositivos como tocadores de MP3, aparelhos celulares e sistemas de navegação por satélite.

Além disso, o Ford Escort também conta com acesso inteligente ao rádio, onde o motorista poderá ligar um telefone ao rádio do veículo por meio do Bluetooth.