Apresentado durante o Salão do Automóvel de Detroit, o novo BMW M3 é uma das apostas da montadora alemã para alavancar as vendas no mercado brasileiro. Contando com mudanças estéticas e com novidades na parte mecânica, o modelo enfrentará a dura concorrência da Audi e da Mercedes-Benz.

Sobre o visual do novo BMW M3, podemos destacar as novas opções de cores exclusivas, rodas de liga leve na cor cinza com desenhos inéditos, para-choques redesenhados e maiores (melhorando assim o fluxo do ar), teto produzido em fibra de carbono, retrovisores aerodinâmicos, capô com linhas sobressalentes e saídas laterais.

A parte interna tem uma pegada bastante esportiva, principalmente nos bancos e no painel. Além disso, o espaço interno é de bom nível, o suficiente para acomodar todos os passageiros de maneira confortável, garantindo assim a melhor experiência possível.

O motor será um 3.0 de seis cilindros, no entanto com a inédita inserção de um turbocompressor no bloco, o mesmo teve sua potência elevada para 425 cv de potência. Comparado ao propulsor que equipava o modelo anterior, o 4.0 V8, houve um ganho de 11 cv de potência.

A transmissão pode ser automatizada de dupla embreagem de sete velocidades ou então manual de seis marchas. Além disso, o novo BMW M3 conta com freios com sistema de regeneração de energia, direção com assistência eletromecânica e função start-stop (motor desliga assim que o carro para em um semáforo, por exemplo).

Devido ao lançamento do Série 4, o BMW M3 estará disponível apenas na versão sedan, cabendo ao M4 cumprir o papel de cupê esportivo médio da linha. A data de chegada ao mercado brasileiro ainda não foi divulgada, assim como os preços sugeridos.