Assim que a Mercedes-Benz apresentou a sua minivan, isso em 2005, muitos veículos de imprensa e especialistas bombardearam a montadora de críticas, uma vez que essa é uma categoria, que na visão deles, não tinha muito haver com a tradição da marca.

Mesmo com essa enxurrada de críticas, a Mercedes resolveu confiar no seu taco e por isso, lançou o Classe B, a minivan da montadora alemã que chegava ao mercado para ocupar uma boa posição na categoria.

Apostando em um carro com o interior modular e bastante confortável, a Mercedes-Benz se orgulha de ter insistido em um modelo que tinha tudo para dar errado. Agora, passado-se mais de oito anos do seu lançamento, o Classe B chega a 1 milhão de unidades produzidas.

Após o lançamento em 2005, a Mercedes-Benz promoveu diversas alterações nos modelos posteriores, tudo para conseguir encontrar o modelo que agradasse ao maior número de consumidores possível.

Em 2011, o Mercedes-Benz Classe B teve o seu design retrocedido, ou seja, foi modificado e ficou bastante parecido com a proposta original da montadora. No entanto, nesse ano, a marca resolveu promover um upgrade tecnológico no carro, além de algumas melhorias pontuais.

Essas mudanças deixaram o Mercedes Classe B ainda mais bonito, confortável e moderno, o que deu uma boa alavancada nas vendas do modelo. A minivan possui grande aceitação no mercado alemão e também no chinês.

O lançamento do Mercedes-Benz Classe B trouxe novos clientes para a marca, uma vez que cerca de 30% dos compradores da minivan da montadora alemã, estavam adquirindo um carro da marca pela primeira vez.

Atualmente, os modelos B 180 e B 180 CDI são responsáveis por mais de 60% das vendas da montadora no mercado mundial, dados esses que fazem a Mercedes orgulhar-se ainda mais do Classe B. Para a linha 2014, todas as versões da minivan estão equipadas com o 4MATIC, além de estarem preparados para receber novas opções de combustível ou então para serem totalmente elétricos.