Mitsubishi L200 Triton 2014 chega com novo câmbio e parte de R$ 76.990

Começa a ser vendido e todas as concessionárias da Mitsubishi a versão 2014 da picape L200 Triton. O modelo chega disponível em nove versões no mercado brasileiro. Além de novidades mecânicas, visuais e de acabamento.

Entre as novidades estão um leve facelift na grade dianteira, câmbio otimizado com relações de marchas mais curtas, tanque de combustível 20% maior, com capacidade para 90 litros, novo design para os bancos, melhorias na cabine, central mutimídia com GPS, ar condicionado automático, rádio, CD/Mp3 e Bluetooth, sistema de abertura e travamento das portas sem chave e volante com comandos de áudio.

A picape oferece sete versões para o consumidor que começa custando R$ 76.990, para a versão de entrada 2.4 Flex HLS, podendo chegar até R$ 126.990 para a topo de linha HPE 3.2 a diesel.

Mitsubishi L200 Triton 2014 chega com novo câmbio e parte de R$ 76.990

A Picape também recebeu mudanças mecânicas importantes, e segue com três opções de motorização: 3.2 a diesel de 180 cv e 38 kgfm de torque, com transmissão manual ou automática, ambas de de cinco velocidades. Seguido pela 3.5 flex de 205 cv e 33,5 kgfm de torque, também com transmissão manual ou automática. Fechando com a 2.4 flex de 142 cv, disponível somente na versão 4×2 com câmbio manual.
Além do motor, a picape ganhou suspensão recalibrada com o sistema SDS (Sport Dynamic Suspension). Existe também a versão Savana, direcionada para os aventureiros e verdade, onde é oferecido um pacote mais agressivo, ela vem equipada com revestimento em neoprene nos bancos, rodas de aço, rack de teto e duas caixas para acessórios na caçamba.

Veja os preços das versões:

L200 Triton HPE 3.2 Diesel A/T – R$ 126.990

L200 Triton HPE 3.2 Diesel M/T – R$ 116.990

L200 Triton HPE 3.5 Flex A/T – R$ 103.990

L200 Triton Savana – R$ 116.990

L200 Triton 3.2 Diesel GLS – R$ 99.990

L200 Triton 3.2 Diesel GLX – R$ 91.990

L200 Triton 2.4 Flex HLS – R$ 76.990

L200 Triton GL – Preço a combinar, versão destinada a frotistas.

Por Marcus Lauria