Nós já havíamos adiantado o novo Fiorino, no entanto, na época que o artigo foi ao ar (maio de 2013), a Fiat ainda não havia lançado o modelo de maneira oficial, sendo assim a quantidade de informações disponíveis era bastante escassa.

Após alguns meses de espera, eis que a Fiat finalmente lançou a tão aguardada nova Fiorino, a apresentação aconteceu durante a 19ª edição do Salão Internacional do Transporte (Fenatran) que aconteceu em outubro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

Junto da nova geração da Fiorino, a Fiat também apresentou o Uno Furgão, confirmando assim a intenção da montadora italiana em entrar forte no segmento de carros de transporte leve. Com essas duas novidades, a briga será boa com a Volkswagen Saveiro.

Em relação ao novo Fiat Fiorino, a plataforma utilizada no modelo é a mesma presente no Novo Uno (que estreou no mercado 2010). Tanto que a dianteira do carro é bastante semelhante à do hatch. A traseira, por sua vez, conta com lanternas muito parecidas com a do Doblò. Frisos laterais e calotas totalmente redesenhadas também fazem parte do novo design do modelo.

Equipado antigamente com o resistente motor 1.2, o novo Fiorino agora conta com o bloco 1.4 capaz de gerar 85 cv de potência com gasolina e 88 cv de potência com etanol, acoplado a uma transmissão manual de cinco marchas.

A capacidade do novo Fiorino é de 650 kg, sendo 30 kg a mais do que a versão anterior. Mostrando assim que a Fiat demorou a lançar a nova geração do modelo (33 anos após o lançamento da primeira versão), pois estava planejando muito bem o que fazer.

O preço ainda não foi divulgado pela Fiat, no entanto a previsão é de que o modelo custe mais que a versão anterior, visto que as mudanças estéticas e as alterações mecânicas trazem agora um carro muito mais estiloso e potente.

A previsão é de que o novo Fiorino chegue as concessionárias no final de novembro de 2013.