Volkswagen Polo hatch

A Volkswagen bateu o martelo e deve parar de fabricar a família Polo no Brasil a partir do segundo semestre de 2014. A decisão, ainda não divulgada de forma oficial, foi tomada principalmente devido à acentuada queda de vendas que as versões hatch e a sedã vem enfrentando nesse ano em relação ao anterior. O hatch já acumula perdas em torno de 44% (3.600 unidades vendidas até agosto) enquanto o sedã acumula 30% de perda (6.200 unidades vendidas até agosto).

Volkswagen Polo Sedan

Um dos principais motivos apontados para essa enorme queda nas vendas do hatch é o alto valor cobrado pela versão de entrada que hoje está fixado em R$ 47,5 mil. Essa versão também sofreu muito depois da chegada de concorrentes mais modernos no segmento como o Peugeot 208, o Citroën C3 e o Ford New Fiesta nacional por exemplo. Já o sedã mesmo vendendo mais que o hatch, pesa contra ele a idade avançada do projeto, lançado em 2002, e que já não chama mais atenção do consumidor quando comparado a outros modelos do mesmo segmento. Na verdade o volume maior de vendas do sedã explica-se também pelo alto número de unidades compradas por taxistas que ainda se atraem pelo espaço interno e a boa mecânica do modelo.
Volkswagen Santana
A saída da versão sedã do mercado brasileiro deve abrir espaço para a chegada da nova geração do Volkswagen Santana ao mercado a partir de 2015. O projeto estava em andamento, mas foi engavetado recentemente com o cancelamento dos pedidos de desenvolvimento de peças para o novo modelo. Ainda não se sabe o motivo, mas a restruturação da linha de veículos e a prioridade dada a outros lançamentos vem sendo apontado como os principais fatores que pesaram nessa decisão.