Ter um carro importado no Brasil não é simples. Além dos pesadíssimos impostos, o proprietário precisa arcar com os custos de importação das peças de reposição. Donos de carros nacionais também sofrem para adquirir peças. Quando os veículos saem de linha, peças de reposição acabam se tornando cada vez mais escassas e caras. Dessa forma, muitos proprietários recorrem à importação da peça.

Importando através da concessionária, na maioria das vezes, será necessário pagar diversos impostos e, ainda, a margem de lucro ao dono da loja. A melhor alternativa para quem quer fugir dos preços caros, sem perder a qualidade das peças, é fazer a importação sem o intermédio da concessionária. Além do conhecido eBay, uma opção nacional para este serviço é o site BoxBrazil que importa o seu produto bem mais rápido e com menos taxas.

Ao comprar em sites internacionais, seu dinheiro desvaloriza e aquela peça que você precisava para ontem, pode ficar para nunca. “O grande problema é que a Receita Federal pode julgar que sua peça vale mais do que ela realmente vale, e de forma arbitrária estabelecer um imposto exorbitante e você não conseguir retirá-la”, diz Luiz Campanario, sócio-diretor a empresa de logística internacional BoxBrazil.

Os que já importaram e agora sofrem com a retenção do produto na alfândega, deve-se solicitar uma revisão de tributação. Para fazer isso é preciso reunir o máximo de provas possíveis de que você pagou o valor declarado pela peça em questão e preencher o requerimento de revisão de tributação. Se seu pedido for aceito, você irá receber seu produto com uma certa demora, porém livre de impostos abusivos.