Finalmente a Volkswagen apresentou o Novo Golf, o anúncio foi feito na última terça-feira (13), em São Paulo, e deu fim a um suspense que já durava bastante tempo. No entanto, o lançamento não pegou os consumidores de surpresa, visto que a montadora alemã já demonstrava fortes indícios de que o hatch ganharia uma nova versão.

O modelo, que chega ao mercado brasileiro em setembro de 2013, foi lançado no ano passado na Europa, sendo assim a sétima geração do Golf. No Brasil, a linha estava “estacionada” na quarta geração, que sofreu mudanças em seu visual, mas basicamente não apresentava nada de novo há alguns anos.

Disponível em 3 versões, o Novo Golf contará com as configurações Highline 1.6 manual e automática (que contarão com a tecnologia Bluemotion, sistema esse que auxilia na economia de combustível) e GTI 2.0.

A má notícia é que a sétima geração do Golf será mais cara que a versão atualmente vendida no Brasil, tudo graças às novidades e modernidades adicionadas ao carro e também ao fato de que inicialmente o mesmo será importado da Alemanha. Vale ressaltar que o lançamento será chamado de modelo 2015, visto que a versão atual do hatch já está no ano/modelo 2014.

A versão GTI (nomenclatura usada pela Volkswagen para as versões esportivas de seus carros) será a top de linha do Novo Golf. Equipada com motor 2.0 TSI turbo capaz de gerar 220 cv de potência com gasolina (não haverá versão com motor flex), acoplado a uma transmissão DSG, automática de dupla embreagem com 6 velocidades, além de sistema start-stop (sistema que desliga o motor automaticamente quando o carro para), a configuração promete agradar a todos.

Já a versão Highline, que em outros modelos é normalmente a top de linha (como é o caso do Gol e do Fox), no Novo Golf 2015 será uma configuração mais equipada, tanto que contará com motor 1.4 TSI capaz de fornecer 140 cv de potência com gasolina (a versão Highline também não virá com motor flex), acoplado a um câmbio manual de seis velocidades com sistema start-stop ou então a uma transmissão automática de dupla embreagem DSG de sete marchas.

O Golf geração 7 será o primeiro modelo da Volkswagen a fazer uso da inovadora plataforma global da empresa, a MQB, estrutura essa que promete maior modularidade ao veículo. Lembrando que a Audi utiliza a mesma plataforma no A3.

Por usarem a mesma plataforma, a expectativa é de que os dois modelos venham a ser fabricados em breve no Brasil, mais precisamente na planta de São José dos Pinhais, fábrica essa que também é responsável pela produção do CrossFox, SpaceFox e Fox.

As dimensões do carro também foram modificadas, tanto que o Novo Golf agora conta com 1,45 m de altura, 1,79 m de largura e 4,25 m de comprimento. O entreeixos também foi aumentado chegando a 2,64 m. Todas essas alterações aumentaram o espaço interno do modelo, deixando-o mais espaçoso, além de ter elevado a capacidade de armazenamento do porta-malas (que saltou de 350 para 380 litros).

Mesmo tendo crescido em suas dimensões, o Novo Golf 2015 está 100 kg mais leve que a versão atual, tudo graças ao uso em maior quantidade de aço ultrarresistente, material esse que polui menos e diminui significativamente o custo de produção.

Os preços do Novo Golf ainda não foram divulgados de forma oficial pela Volkswagen, no entanto, algumas concessionárias estão revelando valores de forma extraoficial, sendo assim segue abaixo:

  • Volkswagen Novo Golf Highline 1.4 TSI 140 cv MT: R$ 75.000
  • Volkswagen Novo Golf Highline 1.4 TSI 140 cv DSG: R$ 82.000
  • Volkswagen Novo Golf GTI TSI 220 cv MT: R$ 105.000
  • Volkswagen Novo Golf GTI TSI 220 cv DSG: R$ 108.000