O público já esboçava reclamações em relação ao design do Corolla, uma vez que, desde a sua chegada ao Brasil, o modelo pouco foi mudado em relação ao seu visual, situação essa que estava deixando os consumidores um pouco “enjoados” do carro. Ciente dessas reclamações, a Toyota tratou logo de se mexer, apresentando assim o conceito Furia para o seu sedan mais famoso.

Com um visual muito mais agressivo e moderno, o Toyota Corolla Furia pode ser considerado um legítimo “carrão”. As principais mudanças no design estão no para-brisa inclinado, grade frontal bem maior que a do modelo tradicional, faróis mais estreitos, aerofólio traseiro mais curto, faróis e lanternas com elementos em LED, rodas de alumínio aro 19, capô mais curto, vincos na carroceria e escapamento cromado.

Destaque também para os elementos de fibra de carbono presentes nas saias laterais e rodas, mudança essa que deixa o carro ainda mais bonito e leve. Aumentando assim o seu desempenho e contribuindo para a economia de combustível, notícia essa muito bem vinda por parte dos consumidores.

Em relação à parte interna do novo Corolla Furia, podemos destacar o novo formato do volante e painel, elementos esses que ganharam novas linhas (estão bastante parecidos com o painel e o volante do Toyota Auris Hatch europeu). O espaço interno também foi aumentando, sendo assim o modelo da montadora japonesa está muito mais espaçoso e confortável.

Falando em espaço interno, não poderíamos deixar de citar as novas dimensões do Corolla Furia. Com 2,7 m entreeixos e 4,62 m de comprimento, o modelo está 7 cm maior que o seu concorrente direto, o Honda Civic.

A novidade da Toyota conta com os seguintes itens de série: comando interno para a abertura do porta-malas e tranque de combustível, ajuste de profundidade e altura do volante, vidros e travas elétricas acionadas apenas com um toque do motorista, ar-condicionado, direção elétrica, airbag duplo, travamento automático das portas assim que o carro atingir 20 km/h alarme. Analisando cada um dos equipamentos citados, podemos concluir que o Corolla Furia 2014 será uma “máquina”.

Muitas especulações giram em torno da motorização do Corolla Furia, no entanto ainda não existe uma divulgação oficial por parte da Toyota que confirme os boatos. Com todas as apostas, a expectativa é de que o carro venha equipado com um motor de quatro cilindros e injeção direta, ou então um propulsor híbrido.

A previsão é de que o Toyota Corolla Furia chegue ao mercado brasileiro no início de 2014, até lá o que nos resta é aguardar para conferir as novidades que a montadora adicionará nesse modelo que chega para tornar-se um dos líderes de vendas e aceitação do mercado.