ytuytuu

O recente lançamento mundial – inclusive no Brasil – da versão cupê do Mercedes classe E trouxe muitas especulações a respeito da data do lançamento da versão conversível. Já que a marca decidiu lançar um carro com teto rígido fixo em vez de um conversível com teto rígido escamoteável (que faria as vezes tanto de um cabriolet quanto de um cupê), o que será que viria depois?

fe3tr3t54y

Bem, a resposta é um conversível com teto de lona, como os puristas dizem ser o ideal. As formas são praticamente as mesmas do E 350 Coupé (com exceção do teto, obviamente), inclusive o emblema na grade – marca registrada dos modelos esportivos da Mercedes.

gtytryu

yhytjyjujku

gtrghtrhthj

Mecanicamente, resta saber se ele terá novas opções de motores ou manterá as 2 principais: V6 de 272 cv e V8 de 388 cv. As fotos tiradas pelos paparazzi do mundo automotivo levam a crer que há muito em comum entre o Cabrio e o Coupé, podendo o primeiro manter a calibragem mais esportiva de suspensão do segundo (com o sistema Airmatic e a opção Sport de ajuste), bem como a posição mais baixa de dirigir e o câmbio automático seqüencial de 7 velocidades.

Texto: Maximiliano Moraes